terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Partituras

"Estou em construção...

Desculpe o transtorno!

Eu pedi perdão por sentir medo... Porque não estou pronto.
Não me justifico... Não sou beato nem santo...
Ainda não me entendo tanto...tanto ...sabe?

Reconheço erros... Me humilho... Fui menino[a] mesmo... Não te mereço...
Faço questão de recontar toda a nossa história para que nas entrelinhas você entenda que te amo tanto...tanto...sabe?

Olho pra frente e caminho... Nessa estrada que escolhi...
O passado faz parte de mim... Não amo sozinho...

As lembranças têm o poder de preencher as ausências.
Elas me dão essa graça de te levar comigo.

Não rasgo nem uma folha... Meu livro de vida tem você dentro.
Em muitas páginas... Nos rabiscos... Na frente... Nos versos... Nas prosas...
Nos cantos... Nas melodias...

Se por um tempo a gente perdeu a harmonia...
Se as notas escritas erradas retiraram as certezas...
Hoje a leitura é feita com clareza...

O amor é uma lente que permite ver detalhes...

Por isso nosso livro tem música... notas... pausas...
Corações partidos e partituras!"

Um comentário:

Victor Borba disse...

Gostei desse seu canto aqui. Pretendo voltar.
Até.