sexta-feira, 27 de junho de 2008

Coisas de que nunca vou gostar!

Seguindo o exemplo de Calvin resolvi listar algumas das coisas que eu odeio e que nunca (eu espero!) vou gostar...
  • Aqueles mamíferos roedores nojentos que, sinceramente, não considero possuir nenhuma função ecológica - os ratos - bãã...
  • Mentiras e correlatos...
  • Aquele bife de fígado bem gorduroso...
  • Os desconfortáveis saltos altos!
  • Qualquer tipo de maus tratos contra idosos e criancinhas - Ah que ódio!
  • Voltar cansada da faculdade num ônibus lotado ao lado de um bêbado fedido!
  • Gente vulgar - Eca!
  • Cólicas menstruais - Sem comentários!
  • Pessoas ignorantes - no sentido de: indivíduo grosseiro - se bem que gente burra é ... rs rs
  • Críticas sem fundamento - isto relacionado a tudo: política, religião, música, pessoas... Afinal para se formar uma opinião deve-se, no mínimo, conhecer a respeito da pessoa ou coisa que será julgada. (Um exemplo clássico de ignorância... no sentido de burrice mesmo!)
  • Cores vibrantes - laranja, vermelho, verde limão!
  • Créuuu... e outros clássicos do funk ou seja lá o que for isso...
  • Aftas!!
  • Programação da tv no domingo
  • A ditadura da beleza - que estabelece padrões de uma aparência perfeita - Mas o que é perfeição, Meu Deus?!!

Caramba, sou muito má mesmo... odeio tanta coisa!

É por isso que adoro listas... A possibilidade de auto-conhecimento é tudo! rs rs

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Confiança

“A confiança é um edifício difícil de ser construído, fácil de ser demolido e muito difícil de ser reconstruído."
+
+
+
Ouvindo... Menina do balaio - O Teatro Mágico

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Partida

- É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Dizem que são tão belas! Do contrário, quem virá visitar-me? Tu estarás longe... Quanto aos bichos grandes, não tenho medo deles. Eu tenho as minhas garras. (Mostra os espinhos.) Não demores assim, que é perturbador. Tu decidiste partir. Vá embora!
(A Rosa)

domingo, 22 de junho de 2008

Me faz (mtoooo...) bem

Para falar, eu canto
Quero que saiba o quanto
Me faz bem ,me faz bem, me faz bem
*
É sempre assim, perfeito
Você de qualquer jeito
Me faz bem, me faz bem, me faz bem
*
Basta ver o reflexo dos seus olhos bem nos meus.
Com esse calor que deu, para entender...
Que o coração não mente, que afortunadamente...
Me faz bem, me faz bem, me faz bem!
="transparent" menu="false" />*

Me faz bem- Luiza Possi

Luiza Possi - Me faz bem

sábado, 21 de junho de 2008

"Eu tenho as mãos atadas sem ação e um coração maior que eu para doar..."
*
*
Mãos Atadas - Zélia Duncan e Frejat

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Chatos

"Há duas espécies de chatos: os chatos propriamente ditos e... os amigos, que são os nossos chatos prediletos!"

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Eu sei...

"Que eu já conheço seus trejeitos, sei suas virtudes, seus defeitos.
E eu sei amar você exatamente como você é..."

Comercial Serenata de Amor!


Olha pra mim - Pimentas

quarta-feira, 11 de junho de 2008

"Eu bem sei que ciumento, exigente, impulsivo. Irritado por coisas tão banais. Eu vivo a provocar discussões sem motivo. Mas eu amo tão mal, porque eu amo demais."

Guiaroni

sábado, 7 de junho de 2008

O Tempo

"E se o tempo for te levar, eu sigo essa hora e pego carona pra te acompanhar..."
+
+
+
Último Romance - Los Hermanos
[...] a gente é quem sabe!

terça-feira, 3 de junho de 2008

Pôr-do-sol


- Gosto muito de pôr-do-sol. Vamos ver um...
- Mas é preciso esperar...
- Esperar o quê?
- Que o sol se ponha.

Tu fizeste um ar de surpresa, e, logo depois, riste de ti mesmo. Disseste-me:

- Eu imagino sempre estar em casa!

De fato. Quando é meio dia nos Estados Unidos, o sol, todo mundo sabe, está se deitando na França. Bastaria ir à França num minuto para assistir ao pôr-do-sol. Infelizmente, a França é longe demais. Mas no teu pequeno planeta, bastava apenas recuar um pouco a cadeira. E contemplavas o crepúsculo todas as vezes que desejavas...

- Um dia eu vi o sol se pôr quarenta e três vezes!

E um pouco mais tarde acrescentaste:

- Quando a gente está triste demais, gosta do pôr-do-sol...